segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Tão bonito!

via
Há qualquer coisa nas manhãs de Novembro que as torna deprimentes e ao mesmo tempo especiais. Parece que estamos num limbo. Dias em que hora mudou e que já sabem a Inverno mas que ainda pertencem ao Outono. As manhãs, frias como as de Dezembro. Cruas e escuras. A luz da alvorada pintada de cinzento aquecida por um café acabado de passar. O silêncio. Só eu, a luz de uma alvorada tímida e a janela fria que adivinha o mar lá fora. Mais um dia. Mais uma semana que começa pela mão deste crepúsculo tão triste, mas tão reconfortante.

2 comentários:

E como as cerejas são para serem partilhadas, partilha também a tua opinião ou o teu desabafo:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...